terça-feira, 3 de março de 2015

As conexões em "Deus não está morto"



Recentemente vi o filme Deus não está morto. O que me chamou atenção foi a forma como a história é contada. São pelo menos quatro histórias, além da principal, que tem como sinopse O que é Deus e o que Ele pode fazer? Além disso, percebi que os personagens estão conectados entre si, como na série Lost ilustrada na imagem acima. 

Inspirado na série, fiz um mapa de conexões do filme e me surpreendi com o resultado. O personagem principal (Josh), por exemplo, está ligado a 6 personagens. Já a banda Newsboys a 7 personagens. Confira mais conexões: 





ATENÇÃO! CONTÉM SPOILERS!


Josh: protagonista. Estudante de filosofia de uma universidade, que terá o propósito de colocar a teoria que Deus está morto por terra. 
Conexões: Ayisha, Newsboys, Pr. Dave, P. Radisson, Martin e Kara.


P. Radisson: professor de Filosofia de uma faculdade, que debatará sobre a não-existência de Deus com Josh. 
Conexões: JoshMinaMartin, Newsboys e Pr. Dave.


Pr. Dave: pastor da igreja que aconselha e discipula vários personagens do filme. Conexões: P. Radisson, Jude, Josh, Ayisha Mina.


Jude: grande amigo do Pr. Dave, que acredita em Deus sobretudo. 
Frase marcada: "Deus é bom... o tempo todo. O tempo todo... Deus é bom"
Conexões: Pr. Dave.


Kara: namorada de Josh. Quer que ele pare com as discussões sobre a existência de Deus. Conexões: Josh.


Newsboys: banda gospel, que realiza um show importante. 
Conexões: JoshAyisha, Mina, Willy Roberson, P. RadissonAmy Ryan e Martin.


Ayisha: aluna muçulmana e cozinheira de uma universidade. Está em processo de conversão e terá que superar dogmas para manter sua fé em Deus. 
Conexões: Josh, Pr. Dave, e Newsboys.


Mina: cristã que está com problemas no relacionamento e com sua mãe. 
Conexões: P. Radisson, Pr. Dave, Senhora Shelby, Mark e Newsboys.


Willy Roberson: cristão rockeiro, apaixonado por Deus. 
Conexões: Newsboys e Amy Ryan.


S. Shelby: senhora cristã que está sofrendo os sintomas do mal de Parkisson. 
Conexões: Mina e Mark.


Amy Ryan: jornalista que descobre que está com câncer e duvida da existência de Deus. Conexões: Mark, Newsboys e Willy Roberson.


Mark: empresário ganancioso e excêntrico. 
Conexões: Amy Ryan, S. Shelby e Mina.


Martin: aluno chinês da faculdade de Filosofia. Começará a acreditar em Deus. Conexões: Newsboys, P. Radisson e Josh.


As conexões aparecem logo no início do filme quando observamos que Ayisha trabalha na cozinha da faculdade de Josh. Sem nenhum diálogo a vimos lá e já imaginamos a ligação com o personagem central. Em uma cena mais a frente, descobrimos que ela está em processo de conversão e Josh terá papel importante nisso, assim como o show do Newsboys.

Josh resolve questionar a teoria do prof. Radisson, o que colocará em uma situação desafiadora. Martin, em um diálogo com ele, pergunta porque "ele está fazendo o que está fazendo". Ele responde que "é porque ama a Deus". Martin interage com seu pai, que não aceita a sua fé. Ele acaba se convertendo e vai para o show do Newsboys. 

Ammy Ryan entrevista Willy Roberson e sua mulher sobre a existência de Deus, e em uma das últimas cenas, Willy Roberson reaparece em um momento importante do filme (Vou chamar de Evento Global). Descobrimos que ela tem um relacionamento com Mark que a deixa logo após saber que ela está com câncer. No final do filme, ela resolve ir para o show do Newsboys, para colocar Deus à prova, mas acaba recebendo uma linda oração da banda. 

Mark, por sua vez, é irmão de Mina (namora o prof. Radisson) se importa com dinheiro e consigo mesmo, e não se importa com sua mãe que está doente. 

Prof. Radisson tem um relacionamento de julgo desigual com Mina. Em um jantar com professores de Filosofia, ele debocha de Deus, falando da discussão do seu aluno Josh que diz que Deus não está morto, acabando por magoar Mina. Logo, ela procura ajuda com o pr. Dave, que diz que "Pra pessoa errada você não terá importância nenhuma, mas para a pessoa certa você será tudo"

Pr. Dave tem conexão com boa parte do elenco, seja para dar conselhos, conforto, uma palavra amiga, ou para ser um agente de salvação. Protagoniza cenas engraçadas com seu amigo Jude, e sempre tem que colocar sua fé em prática. O fato de seu carro quebrar três vezes, não é uma cena desconexa. O carro dele quebra com um propósito que está ligado a vida do prof. Radisson. 

No meio do filme, há uma sequência de cenas conectadas:

- Ayisha é despejada por acreditar em Deus;
- Prof. Radisson explica a Josh porque não acredita em Deus;
- Pai de Martin diz que é inaceitável ele acreditar em Deus e
- Ammy escreve em um blog sobre a sua doença e joga o notebook no chão, com raiva de Deus.

O show do Newsboys eu digo que é um Evento Global porque ele consegue envolver se não todos, quase todos os personagens. O final do filme ficou muito bom com eles. Percebemos que o show é o grande desencadeante de várias cenas, como:

- O próprio show onde os personagens - Ammy Ryan, Mina, Josh, Martin, prof. Radisson, Ayisha e Willy Roberson - estavam e
- As mensagens virais que dizem que Deus não está morto, que envolveu os personagens que estavam no show, e outros que não estavam (pai de Martin, Judy, Pr. Dave e Mark).




As mensagens virais eu achei incrível, tanto que não ficou somente no filme, mas as pessoas que foram ao cinema, mandaram uma mensagem uma às outras dizendo que "Deus não está morto".

Deus não está morto é um filme bem amarrado e conectado, para mostrar, por meio de diversas histórias, que Ele vive e Ele tem propósito em tudo. Todos os personagens mostraram isso. J-J


Por: Emerson Garcia

8 comentários :

  1. Oi querido, como vai?

    Então escutei falar muuuito sobre o filme e sempre bem! Nunca assisti, a mensagem é linda com toda certeza!

    Um beijo!

    Isabella | http://isabellalessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mensagem é uma das mais bonitas que vi. Filme bem emocionante.

      Excluir
  2. Esse filme é muito bom! Diferente das temáticas cristãs que sempre abordam. E a música compõem muito bem o filme.

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem original o filme. Algo me diz que a música foi feita para o filme.

      Excluir
  3. Não conhecia esse livros, mas gostei da ideia de que todos os personagem de alguma forma estão ligados.
    http://coisasdemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos sem exceção estão ligados. É só assistir prestando atenção.

      Excluir
  4. Oi Emerson, tudo bem?
    Deve seu um filme muito interessante mesmo, pois provocou nas pessoas a reação de espalhar a mensagem de que Deus não está morto. E essa questão de conexão foi uma jogada de mestre, achei super inteligente.
    ótima dica.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi genial. Uma cena que contageou até quem assistiu.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design